terça-feira, 21 de agosto de 2007

Realidade

Jamais diga que odeia alguem que amas.
Pois em uma quieta e sombria aurora,
Ódio que por dentro nunca proclamas,
Se transformará em fria verdade.
Fará desta,uma sensação de outrora.
O pesadelo da realidade.

11 comentários:

Shaka disse...

Gostei do poema, creio eu que nossas palavras possuem um podem ainda inimaginável. O poder de profetizar sobre a própria vida cabe a cada um de nós. Tudo de bom e boa sorte. Abraço

http://sky-shaka.blogspot.com/

Mundo da Má disse...

Olá

Concordo com o comntário acima. Palavras tem mais poder que ações.

Ah, adorei o poema, se me permite perguntar, quem o criou?


Obrigada por comentar no meu,

Del

BurnedBullet disse...

pois é
concordo com você.
belo poema.

Mundo da Má disse...

;D

Parabéns, é ótimo!

A. Marmo disse...

O fato � saber usar as palavras no momento certo, na hora certa,mas nem sempre isso � levado em conta.

abra�o!
http://somdosom.blogspot.com

Luís disse...

uma palavra vale mais do que 1000 açoes
noss! adaptaçao terrivel!
xD

mas acho q palavras sao fortes msmo
;O

---
http://luis-afc.blogspot.com/

João disse...

esta totalmente certo,
palavra tem poder, sabe suas atitudes atraem atitudes semelhantes.
Minha ex vivia me dizendo q me odiava, um belo dia ele descobriu um motivo verdadeiro para me odiar

Carol disse...

gostei muito do poema.
beijos

Caique Gonçalves disse...

belas palavras, é a tônica do arrependimento depois da palavra proferida.

Abraço

Henriquezoviske disse...

Lindo o que est� escrito.
Gosto destes pequenos poemas, que a cada vez que a gente l� pode ser traduzido de v�rias formas.

Obrigado por ter comentado no meu blog.

Me lembre de te linkar nos amigos, pois pretendo voltar aqui mais vezes.

Estou sem tempo no momento, com a feira do conhecimento da escola.
Mas final de semana estar� tudo bem.


Abra�o, e sucesso a ti.

MaxReinert disse...

... ai, o amor e o ódio..
sentimentos tão extremos e as vezes tão próximos!!!!!!